Ray-ban: por que esse clássico nunca sai de moda?

Ray-ban: por que esse clássico nunca sai de moda?

O que faz uma roupa ou um acessório ser considerado um clássico? Segundo o dicionário, clássico é aquilo que serve como modelo ou referência; exemplar. Quando levamos isso para o dicionário da moda, uma peça é clássica quando ela aparece diversas vezes nas passarelas, revistas e semanas de moda sempre com uma nova releitura, mas sem perder suas características principais e seu estilo.

A jaqueta de couro é um clássico, o sapato scarpin, a bolsa clutch, brincos de argola, blusa social branca de seda e óculos de sol Ray-ban. Por isso, no texto de hoje, vamos falar sobre os modelos Ray-ban e entender um pouco por que esse clássico nunca sai de moda.

Confira abaixo.

Um pouco da história da marca

Você sabia que a marca Ray-ban surgiu de uma encomenda feita pela Força Aérea Americana? Por isso, o primeiro modelo dos óculos Ray-Ban foi o aviador. Desenvolvido em 1937, o modelo possuía lentes especiais para ajudar a amenizar a incidência de luz nas aeronaves e facilitar a visão dos pilotos. Com o passar dos anos, os óculos viraram símbolo do estilo clássico masculino, do homem urbano e cool.

A marca então começou a criar outros modelos como o famoso Wayfarer, Clubmaster e gatinho. Ray-ban virou sinônimo de glamour e sofisticação quando chegou às telas dos cinemas, em filmes clássicos como Bonequinha de Luxo e Top Gun; e nas capas de revistas com celebridades usando o acessório mundo afora.

Modelos e suas releituras

Como já adiantamos, muitos conhecem a marca Ray-ban pelos óculos aviadores. Mas os Wayfarer vieram para ficar, com sua armação quadrada, reta e as laterais levemente inclinadas. Falando de clássico, esse modelo tem o all black unisex que fica um arraso com looks mais descolados, rock and roll. Ele também possui versões amadeiradas ou em degradê, para quem gosta de releituras.

Já o modelo Clubmaster ficou ainda mais famoso com armação tartaruga e metais dourados. O modelo foi inspirado na moda dos anos 50 e tem um ar elegante e vintage. Esse modelo é considerado um browline glasses, ou seja, a parte superior da armação segue o formato das sobrancelhas, o que faz ele ficar leve e super clássico.

Para as românticas e charmosas de plantão, um outro modelo que sempre tem releitura nas passarelas de moda da Europa é o modelo gatinho. Com tamanhos distintos, desde os pequenos, mini óculos, até os maiores, esses óculos foram tendências das décadas de 50 e 60 e seguem apaixonando. Ou seja, total clássico!

Descubra o seu estilo de Ray-ban

O mais importante quando buscamos óculos clássicos, como o Ray-ban é saber o melhor modelo para o seu estilo de roupa, de rosto e de vida.

Ou seja, se você gosta de roupas mais floridas e coloridas, que tal um modelo clubmaster marrom? Se você gosta de looks românticos os modelos gatinho e aviador são boas pedidas.

Mas se você quer óculos coringa para várias ocasiões e que combinam com tudo, Wayfarer all black. Afinal, pretinho básico sempre salva não é mesmo?

Converse com as consultoras da sua ótica, veja o melhor modelo para o seu dia a dia e seu formato de rosto e, com certeza, esse acessório vai virar o queridinho da sua vida.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.