Trilhas para caminhadas no RS: cinco lugares para se deslumbrar com a natureza

Trilhas para caminhadas no RS: cinco lugares para se deslumbrar com a natureza

Com o calor e o céu azul característicos do verão, dá vontade de se aventurar por aí em meio a natureza, não é? Conhecer novos lugares, descobrir lindas paisagens e, de quebra, ainda exercitar o corpo. Quem procura esse tipo de aventura, com certeza adora uma trilha.

Agora que estamos aprendendo a viver em meio à Covid-19, as atividades ao ar livre são ótimas pedidas para quem quer curtir um tempo com amigos ou família, mas sem deixar de lado a diversão, aventura e, claro, vistas de tirar o fôlego. E, se engana quem pensa que não existem ótimas opções de trilhas no Rio Grande do Sul. O RS oferece lindas opções para quem quer conhecer novos lugares.

Se você é do time que adora uma trilha e não vê a hora de colocar um par de tênis no pé e partir rumo ao novo, vem ler esse artigo especial que o blog da Vízia Optica traz hoje. Seja bem-vindo ao nosso blog e boa leitura.

Caminho das Cascatas

Localizado no Vale do Taquari, entre os municípios de Progresso, Boqueirão do Leão e Sério, o Caminho das Cascatas é a trilha ideal para quem adora água e cascatas. O roteiro inclui 30 quedas d’água entre as três cidades e garante tirar o fôlego (no bom sentido) de quem escolhe visitar.

Além das cascatas, os visitantes também podem aproveitar de uma infraestrutura completa com empreendimentos locais. Então, se você quiser se hospedar na região para passar alguns dias, existem ótimas opções de hotéis e pousadas. Além disso, os visitantes também contam com restaurantes, transporte e tudo que for necessário para garantir uma experiência incrível.

Leia também: 5 lugares do interior do RS com paisagens de tirar o fôlego

São José dos Ausentes

Um destino para quem gosta tanto de calor quanto de frio, os Campos de Cima da Serra são perfeitos para passeios em casal ou em família. Para quem gosta de destinos mais calmos e silenciosos, essa é uma ótima escolha. Porém, se engana quem pensa que é só isso, afinal, Ausentes também conta com 127 quedas d’água para agradar aqueles que adoram um passeio que envolve água.

O trecho mais famoso, conhecido como A Trilha das 5 Quedas, leva os visitantes às cachoeiras do Vale do Rio das Antas. Ao todo, durante a caminhada, são cinco cachoeiras, além das lindas vistas dos vales de araucárias. Uma típica representação do Rio Grande do Sul. Além disso, ainda é possível aproveitar para visitar os cânions famosos do município.

Leia também: Cinco dicas para você planejar sua viagem pós-pandemia

Maquiné

Para quem está a caminho do litoral norte gaúcho e quer uma aventura com lindas paisagens, Maquiné é uma belíssima escolha de destino. Apesar de ser próxima das praias, a cidade é conhecida pela água doce. Então, se você é daqueles que adora uma cachoeira, preste atenção nessa dica.

O complexo de cachoeiras de Maquiné já é reconhecido como um dos principais destinos do ecoturismo no Rio Grande do Sul e conta com aventuras para aqueles que têm ótimo preparo físico e também para aqueles que preferem um passeio mais tranquilo.

O Caminho Barra do Ouro é o percurso mais popular por lá. São 12 km de distância de Maquiné e a caminhada garante lindas vistas da natureza e da fauna gaúcha. Ao todo, são sete travessias de rios no trajeto e ainda é possível parar em tendas e pousadas para comprar produtos coloniais e orgânicos.

Santo Antônio da Patrulha

Essa é a trilha ideal para quem já tem preparo físico e experiência com caminhadas mais longas. Afinal, não é à toa que Santo Antônio da Patrulha é considerado por muita gente como Caminho Gaúcho de Santiago de Compostela. Isso porque tanto a trilha da cidade gaúcha quanto a trilha espanhola têm semelhanças no terreno e no trajeto. São subidas íngremes, pedras e um caminho desafiador. Por isso, essa trilha é indicada apenas para quem já está fisicamente preparado.

O trajeto mais curto tem 12 quilômetros e leva, em média, três horas e meia de caminhada. Já o mais longo, de 19 quilômetros, pode durar cinco horas, dependendo do ritmo da caminhada.

Nessa aventura, a dica é ir com uma mochila com tudo o que você pode precisar, já que no caminho existem poucos estabelecimentos comerciais para comprar água ou usar o banheiro.

A trilha em Santo Antônio da Patrulha passa pela zona urbana até a área rural da cidade. Iniciando na Estrada Bento Silveira Goularte, que fica às margens da RS-030 e em frente à antiga Açúcar Gaúcho S.A (Agasa). Para quem se aventurar nesse trajeto, é possível apreciar lindas vistas do Parque Eólico de Osório e da Lagoa dos Barros.

Bom Jesus

Você sabia que na região dos tão famosos cânions, também é possível fazer trilhas incríveis? Pois é. A Rota das Cascatas, que fica na cidade de Bom Jesus, conta com duas trilhas perfeitas para quem adora uma aventura e, principalmente, o trekking. Quem opta por esse trajeto é presenteado com lindas paisagens das araucárias, cascatas, rios e, de quebra, ainda é possível tomar um bom banho de cachoeira.

Em Bom Jesus são duas opções de trilhas: a primeira tem 10km de distância e percorre o Mirante da Ferradura, a Cascata das Pedras, a Cascatinha da Caverna e a Cascatas da Roseira. A segunda trilha tem 13 km e passa também pelo Mirante da Ferradura, pelo Cachoeirão do Rio Cerquinha e pela Cascata da Ferradura. A dica é passar mais de um dia na região para aproveitar os dois trajetos.

Para quem adora um bom café colonial: uma boa notícia. Ao final das trilhas, a Fazenda das Cascatas serve um delicioso lanche para repor as energias depois de toda a caminhada. O café inclui queijo colonial e todas as delícias típicas da região.

Gostou das nossas dicas sobre turismo no interior do RS? Então, já programe o seu próximo passeio e aproveite tudo que o Rio Grande do Sul tem a oferecer.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.