Óculos para crianças e adolescentes: como escolher?

Óculos para crianças e adolescentes: como escolher?

Você sabia que as crianças possuem uma fase importante do aprendizado através da observação do mundo ao seu redor? E os adolescentes podem ter o desempenho escolar e social comprometido pela falta de lentes de grau corretoras? Além disso, a miopia, doença comum ocular, apresenta os primeiros sintomas na infância. Por isso, escolher óculos para crianças e adolescentes pode ser uma tarefa complicada.

Além disso, conforme a idade aumenta, os gostos, medos e inseguranças da autoestima mudam. O que o seu filho mais novo quer, não vai ser o mesmo que ele vai querer quando passar dos 10 anos, ou depois que atingir a puberdade.

Escolher óculos para nós, adultos, pode ser uma tarefa fácil, mas, e quando a tarefa é escolher óculos para as crianças e os adolescentes? Como escolher o melhor modelo, o mais confortável e durável e que ainda seja algo bonito e da moda?

No texto de hoje, vamos falar um pouco sobre como escolher óculos para seus filhos com dicas simples e rápidas para você não se sentir perdida. Confira abaixo.

Procure a opinião de um oftalmologista


Pode parecer óbvio, mas muitas vezes não é. Procurar um especialista para entender melhor qual a correção necessária para o seu filho, é muito importante.

Afinal, você como mãe ou pai, precisa ficar atenta a sinais que indiquem que seu filho está com questões na visão.

Dores de cabeça constante, testa franzida para ler algo, dificuldade de leitura e compreensão, pouca noção do espaço ao seu redor e, até mesmo, doenças mais graves devem ser o alerta para levar o seu filho ao oftalmologista.

Com o especialista, busque não apenas a lente ideal para a correção do seu filho, mas converse com ele sobre a idade e a rotina dele. Se ele pratica esportes, passa muito tempo na frente de telas de computadores e celular, se gosta de ler a noite antes de dormir ou, até mesmo, se existe algum tipo de lente mais confortável para ele.

Problemas mais comuns de visão em crianças

Os problemas mais comuns na infância são miopia, hipermetropia e astigmatismo. A miopia afeta em sua maioria crianças e é descoberta normalmente entre os 8 e 12 anos de idade. Outra doença comum entre crianças é o estrabismo.

Como escolher a armações de óculos para crianças e adolescentes?


Depois de analisado o problema de visão da criança ou do adolescente, o segundo passo é encontrar uma ótica de confiança que tenha consultores para te auxiliar. Afinal, existem modas e tendências no mercado de óculos e armações de sol também.

Não pense que, só porque o seu filho é uma criança, ele não vai querer os óculos da moda, ou um modelo que não faça ele ficar diferente do que ele está acostumado a ver no espelho.

Nesse momento, é preciso avaliar o tamanho da armação, o seu formato e, principalmente, o ajuste de todos os elementos que a compõe no rosto da criança.

Lembre-se que óculos são investimentos e por isso, a rotina do seu filho deve ser levada em conta. De nada vai adiantar, comprar óculos delicado, com armações finas, se seu filho gosta de praticar esportes. Ou uma armação muito pesada se ele passa o dia inteiro lento e estudando na frente de um computador.

Escolha uma marca confiável


Depois de entender o problema e achar uma ótica de confiança. Vamos a real escolha dos óculos. A nossa dica é focar em marcas confiáveis pela qualidade. Algumas são marcas usadas para adultos também, como é o caso da RayBan, outras mais focadas no público juvenil, como a Vogue Jr. Outras marcas indicadas para crianças e adolescentes são as Unic, Atitude e Mormaii.

Depois de encontrar boas marcas, foque na modelagem e no material da armação. O ideal é que os olhos fiquem exatamente no meio das lentes.

Outro fator muito importante é o apoio nasal. Isso porque as crianças não possuem o osso do septo nasal 100% desenvolvido, dependendo da idade e por isso, armações sem apoio podem ficar soltas e cair o tempo todo.

Nesse caso, uma boa dica é buscar armações que tenham sempre o suporte com a plaqueta. Assim, com o tempo, e de acordo com o desenvolvimento da criança, você pode ir ajustando a armação.

Tipos mais comuns de armação

As armações de silicone são as mais recomendadas quando o assunto são óculos infantis, recomendadas para crianças com menos de 12 anos, por ser flexível, ajustável e anatômico, sendo assim um dos modelos mais práticos para os pais.

Por ser muito maleável, os óculos se ajustam em qualquer posição que a criança colocar e por isso, precisam ter sempre o olhar atento dos pais para ajustes.

Outro tipo de armação recomendada para os pequenos é a de aro fechado. Além de garantir proteção dos olhos, possui uma maior proteção das lentes, já que o aro envolve todos os lados. Para as crianças que são muito ativas, gostam de correr e brincar, é importante ter esse cuidado redobrado com as lentes. O mesmo acontece se o seu filho for um pré-adolescente que gosta de esportes.

Pense sempre na rotina do seu filho para que os óculos não se tornem um empecilho e sim uma ajuda a sua visão e dia a dia.

Entenda a fase do seu filho

Desenhos animados mudam, a idade que ele começa a se interessar mais pelo visual e menos para os brinquedos… toda criança possui fases e momentos e os seus óculos precisam acompanhar isso.

Pense que as armações escolhidas serão, a partir do momento da compra, a nova visão que ele terá no espelho e por isso, deixe a criança ou o adolescente participar ativamente das escolhas das cores e modelos. Os óculos de grau precisam ser algo intuitivo e prazeroso para usar, por isso, escute o seu filho na hora de escolher o melhor modelo.

Gostou do nosso texto sobre como escolher os óculos para crianças e adolescentes? Então, que tal continuar no nosso blog e conferir outros textos interessantes sobre saúde ocular, tendências da moda e novas armações disponíveis no mercado para você inovar com seus filhos?

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.